TRISTE DESFECHO DAS MESAS DE NEGOCIAÇÃO

É com profundo pesar que informamos que o Governo não enviará nenhum Projeto de Lei com revisões salariais das categorias que ficaram para concluir o processo de negociação em 2016.
O Presidente da ANEInfra recebeu telefonema da Secretária-interina Edina Maria Rocha Lima da SEGRT no início da noite desta terça (10/05), informando que a decisão veio do Palácio do Planalto no final da tarde, e que estava comunicando a cada dirigente das entidades representativas das categorias reconhecidas pelo MPOG como interlocutoras perante o Governo.
A Diretoria da ANEInfra lamenta profundamente tal desfecho, e todo o esforço e energia investidos pelos diretores, colaboradores diretos e por todos os associados nessa campanha que já excede a um ano.
Fica aqui também o agradecimento aos Deputados Federais que nos apoiaram e, especialmente, ao Secretário-executivo do MPOG Francisco Gaetani, este que buscou até o final atender as necessidades de reestruturação de nossa carreira.

Esta Diretoria manifesta sua profunda indignação com o histórico do processo, visto ter sido a Categoria de Infraestrutura a única que ficou sem acordo em 2015 dentre as que aceitaram a proposta do Governo, mesmo tendo dimensionado seu pleito no gabarito imposto pelo então Ministro do Planejamento Nelson Barbosa (21,3% em quatro anos), por pura incapacidade da então Secretaria de Relações do Trabalho em estudar e entender uma proposição de Reestruturação de Carreira.
Aos colegas reiteramos a disposição renovada desta Diretoria em reiniciar todo o processo com os novos interlocutores do Governo, entendendo que se há uma pauta unânime entre Situação, Oposição, Mercado e Sociedade, esta é a necessidade de retomada dos investimentos em Infraestrutura.